Ford vs Ferrari

Elenco: Christian Bale, Matt Damon, Jon Bernthal, Caitriona Balfe

Direção: James Mangold

___________________

Ao pensar em filmes de corrida, é comum vir à mente cenas em que se favorecem a sensualidade obtida pelo status do carro e a adrenalina. Felizmente, Ford vs Ferrari, dirigido por James Mangold, não se apoia nesses clichês e, pelo contrário, conta uma excelente história biográfica que agrada mesmo os não entusiastas do automobilismo.

Reprodução: 20th Century Fox

Com uma narrativa chegada ao gênero do drama, o longa descreve a rivalidade emergente entre as empresas Ford e Ferrari, a partir da tradicional corrida das 24 Horas de Le Mans do ano de 1966. A Ford, chefiada por Henry Ford II, decide abranger seu público-alvo, mirando baby boomers da década de 1960. Porém, como mudar a imagem de uma empresa a qual os jovens associavam aos seus pais? Lee Iacocca (Jon Bernthal) traz a resposta: através da velocidade.

O plano para que isso ocorra, então, se inicia a partir da tentativa de compra de uma Ferrari endividada por uma Ford endinheirada. Quando tal estratégia falha, acompanhamos a disputa que se inicia pelo marketing, mas se consolida pelos egos dos presidentes de ambas as empresas. A jornada de Carroll Shelby (Matt Damon), um piloto que se aposenta por motivos de saúde e passa a se dedicar ao design de automóveis, e de Ken Miles (Christian Bale), um piloto brilhante, instintivo e com grande conhecimento sobre seus carros, começa devido a essa rivalidade e à necessidade de construir um carro capaz de derrotar os automóveis da Ferrari, que reinava soberana nas 24 Horas de Le Mans.

Reprodução: 20th Century Fox

Talvez o grande triunfo do filme é não se apoiar tanto no esporte, mas sim nas relações humanas e nas personalidades de seus personagens. De um lado, temos um diplomático, mas malandro Shelby, que negocia com primor com os executivos da Ford ao mesmo tempo em que lidera uma equipe de engenheiros que têm sua total confiança. Do outro, um explosivo, difícil e sarcástico Miles, que gera a antipatia do dirigente à frente do projeto automobilístico da Ford, mas em quem Shelby confia plenamente para pilotar o carro em desenvolvimento.

É notável que tanto Damon quanto Bale têm atuações excepcionais, cada um com sua singularidade, ao retratar seus personagens. Shelby, mais contido e ainda assim extravagante, e Miles, com seu jeito fanfarrão e confiante. Porém, é Bale quem rouba a cena – talvez devido justamente à grande personalidade de Miles. Os atores coadjuvantes também excedem em qualidade, como Caitriona Balfe, que representa Mollie Miles, esposa de Ken Miles, Josh Lucas, como Leo Beebe, Tracy Letts, como Henry Ford II e Jon Bernthal, como Lee Iacocca. Tudo isso soma ao cuidado na escolha do elenco, que compõe o longa com maestria.

Reprodução: 20th Century Fox

Ford vs Ferrari é um filme que imerge o público na experiência automobilística de uma grande corrida esportiva. Demonstra os dramas dos bastidores, mostrando o quão difícil e sério é para que aqueles momentos de velocidade e adrenalina sejam perfeitos tanto para a audiência quanto para suas empresas. É entretenimento e também um pouco de conhecimento histórico sobre o mundo do automobilismo – com algumas liberdades narrativas. Um filme que certamente agradará ao espectador, seja ele um fã de corridas ou um leigo no assunto.

______________________________


4/5 – Ótimo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *