Judy

Judy

Elenco: Renée Zellweger, Jessie Buckley

Diretor: Rupert Goolde

___________________

O Mágico de Oz, clássico do cinema da década de 30, possuiu um ícone adolescente chamada Judy Garland que interpretava Dorothy. Quando pensamos em uma cinebiografia, é comum pensarmos que esta abordará todos os pontos de sua vida. No entanto, em Judy – Muito Além do Arco-Íris, o diretor prefere contar apenas um trecho específico da vida da atriz – sua decadência- embora permeie alguns pontos de sua adolescência via flashbacks.


Reprodução: Paris Filmes

Para abordar essa história de maneira correta, o diretor Rupert Goold acerta ao escolher Renée Zellweger, não só por já ter sido indicada ao Oscar por Chicago há alguns anos atrás, como também, pela capacidade da atriz de entrar de cabeça no papel, reproduzindo e mimetizando cada aspecto de Judy; desde o biquinho inconfundível, até mesmo a expressão de estar perdida e exausta transmitida por seu olhar vago na medida em que sua vida ia ruindo.

No decorrer da história, que é contada de maneira simples, o objetivo não é se ater à peculiaridades específicas da atriz, embora seja necessário para o entendimento do público de seu drama pessoal. Os flashbacks acabam por preencher esse espaço ao mostrar e ressaltar a enorme pressão que a personagem vivia, desde o machismo intrínseco na indústria, em que seu companheiro de filmagens tinha inúmeras liberdades e regalias, inclusive para comer enquanto lhe cabiam apenas pílulas inibidoras de apetite, até a privação de sono e excesso de trabalho. Ou seja, expõe a romantização que se tem pelo público da imagem do que é a vida em Hollywood. Neste caso, mostra que a consequência é carregada por toda a vida.


Reprodução: Paris Filmes

Judy – Muito Além do Arco-Íris é um filme simples e direto ao ponto, que não precisa se debruçar sobre detalhes específicos da vida de Judy Garland. Em tempos de inúmeras denúncias de assédios, o longa mostra que Hollywood pode destruir qualquer pessoa, mesmo esta sendo Judy, uma grande artista e a queridinha da América.

______________________________


3/5 – Bom


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *